Tatuagem só para mulheres

Tatuagem só para mulheres

Compartilhe

Inaugurou há cerca de um mês em Porto Alegre o Cadê Amélia (facebook e instagram), estúdio de tatuagem só para mulheres atendidas apenas por tatuadoras. E não só. O atendimento é planejado para mulheres, incluindo localização. Não é o primeiro (já existe em São Paulo desde 2015*), mas a proposta permanece inovadora.

Por que atender somente mulheres?
O mercado de tatuagem como um todo carece de um ambiente voltado ao público feminino. A maioria dos estúdios possuem um ambiente masculinizado e pouco privativo. São comuns os relatos de mulheres que se sentem constrangidas de ter que se despir parcialmente na hora de tatuar em algum estúdio, por muitas vezes com vários homens na mesma sala, ou do próprio conjugê que se sente desconfortável com a situação. Ainda existem alguns relatos de mulheres que se sentem abusadas durante o processo e acabam ficando tremendamente acuadas com a situação. (do site)

As sócias Brenda Sloczuk, Juliana Cunningham, Lara Almeida e Raviel Carvalho decidiram dirigir-se exclusivamente ao público feminino a partir da observação de suas próprias agendas de trabalho. Daí, baseados nos endereços das clientes, majoritariamente da zona sul da capital gaúcha, decidiram também o local de instalação do estúdio: Cristal Tower, prédio comercial dentro do terreno do Barra Shopping Sul, com vista para o Rio Guaíba.

Estavam tão certos no rumo que arriscaram que fecharam a agenda do mês inteiro em apenas quatro dias. “A ideia é prover um espaço em que a cliente se sinta segura e acolhida, do início ao fim”, diz Juliana. O público do Cadê Amélia é bem variado, mas ainda prevalece as clientes que estão tatuando pela primeira vez. Após o atendimento, a cliente leva pra casa um kit de cuidados, com sabonete hipoalergênico, pomada e informativo para cuidar da cicatrização.

Único homem da sociedade Raviel atua apenas nos bastidores, não circula pelo estúdio.  O preço mínimo da tatuagem é de R$ 150,00, e a cobrança é por trabalho, não por hora. No site é possível fazer a simulação de valor e os horários de atendimento se estendem pela noite, madrugada e finais de semana.

O Cadê Amélia já pensa em se transformar em franquia, as sócias e sócio estão atrás de investidores.

estúdio Cadê Amélia (foto: reprodução/instagram)

estúdio Cadê Amélia (foto: reprodução/instagram)

estúdio Cadê Amélia (foto: reprodução/instagram)

estúdio Cadê Amélia (foto: reprodução/instagram)

estúdio Cadê Amélia (foto: reprodução/instagram)

estúdio Cadê Amélia (foto: reprodução/instagram)

as tatuadoras Lara, Carolyne e Brenda do estúdio Cadê Amélia (foto: reprodução/instagram)

as tatuadoras Lara, Carolyne e Brenda do estúdio Cadê Amélia (foto: reprodução/instagram)

a vista para o Guaíba do estúdio Cadê Amélia (foto: reprodução/instagram)

a vista para o Guaíba do estúdio Cadê Amélia (foto: reprodução/instagram)

cliente sendo tatuada no estúdio Cadê Amélia (foto: reprodução/facebook)

cliente sendo tatuada no estúdio Cadê Amélia (foto: reprodução/facebook)

cliente sendo tatuada no estúdio Cadê Amélia (foto: reprodução/facebook)

cliente sendo tatuada no estúdio Cadê Amélia (foto: reprodução/facebook)

cliente sendo tatuada no estúdio Cadê Amélia (foto: reprodução/facebook)

cliente sendo tatuada no estúdio Cadê Amélia (foto: reprodução/facebook)

* O Sampa Tattoo reúne seis tatuadoras; confira o site e facebook.

Leia também:
Tatuagem para cobrir as marcas da violência

Compartilhe